Apesar de ser formada em Marketing e Comunicação, a Inês desde cedo percebeu que o seu mundo ia andar de mãos dadas com a área decoração de interiores. Foi em 2020, ao mudar-se para uma nova casa que desenvolveu um amor ainda mais profundo pela área ao assumir na totalidade o projeto de decoração de casa dos pais. Junto deste projeto, começou também a partilha de conteúdo relativo ao tema nas suas redes sociais onde tem vindo a traçar um caminho único na área do home styling, contando já com uma marca de consultorias de decoração - a CRÈME Interior Design by Inês Rodrigues.

Neste momento conta com casa própria, onde continua a inspirar pessoas através de conteúdo de decoração, dicas de home styling e de lifestyle.

Porque escolheste produtos Cabeceiras.pt?

INÊS RODRIGUES: Durante algum tempo fiz muita pesquisa e nunca encontrei uma marca que criasse algo tão único quanto nós queríamos para nossa casa, como a Cabeceiras.pt poderia oferecer. Por isso foi fácil decidir! 

Há uma relação entre a personalidade e a decoração da casa?

INÊS RODRIGUES: Sim! Acredito muito que a nossa personalidade se reflete na nossa casa e nas respetivas escolhas que fazemos para a decorar! No nosso caso, acho que a nossa casa nos reperesenta totalmente e não somos os únicos a achar isso.

É bom quando alguém nos conhece pessoalmente e percebe o quão alinhado está o estilo da casa com aquilo que somos e defendemos.

Como é o dia a dia em casa?

INÊS RODRIGUES: Gosto muito de estar em casa e saborea-la ao meu ritmo. Quando tenho um tempinho de manhã, gosto de deixar o meu quarto arrumado, a cama feita e tudo minimamente organizado, para quando voltar ao final do dia, sentir uma paz e um acolhimento diferente.

Ainda assim, ao chegar a casa, tenho sempre o cuidado de arrumar e organizar os espaços onde estamos e convivemos mais e de uma forma mais pormenorizada (aspirar, limpar o pó). Sendo eu uma apaixonada por decoração, o ponto alto das minhas ideias é sempre quando regresso a casa e repouso para estudar e me inspirar sejam nas redes sociais ou mesmo em revistas, porque adoro ler.

Estou sempre à procura de novos adereços que posso adicionar à casa e estudo muito bem o espaço para perceber o que é realmente necessário mas também com o intuito de a nossa casa servir de inspiração à minha comunidade.

Quais os desafios diários de uma apaixonada por decoração?

INÊS RODRIGUES: Sinceramente, um dos grandes desafios é conseguir lidar com a minha mente criativa. Tenho um trabalho a full-time que me preenche grande parte do dia e quando chego a casa e abraço os meus projetos pessoais, as ideias tanto podem surgir de uma forma muito fluída como podem nem sequer aparecer nessa noite.

E indo de encontro com o que referi no início, também é difícil por vezes lidar com tanta agitação na minha cabeça - é 8 ou 80 - e quando deveria "descansar" a minha mente criativa está constantemente a ter ideias que não param! É bom ter este "dom" mas é sem dúvida o mais desafiante de ser gerido. 

3 conselhos para alguém que quer começar a decorar a própria casa.

INÊS RODRIGUES:

- Pensar previamente no(s) estilo(s) que pretendem ter numa casa: estilo moderno, contemporâneo, minimalista, etc... e na paleta de cores que gostavam de ter em cada espaço, estando sempre em concordância com toda a casa. Depois fica muito mais fácil na hora da decisão de compra.

- Fazer um moodboard de tudo aquilo que pensam ter em cada espaço para perceber se os produtos fazem match uns com os outros. Há produtos que posteriormente podem não conseguir devolver e vêem se obrigados a ficar com eles. 

- Comprar algumas coisas (que tenham a certeza que querem) com antecedência e fazer uma espécie de "enxoval", de forma a aproveitar promoções e saldos. Por outro lado, artigos de maior porte e que envolvam medidas, ter em atenção para não comprar sem antes estarem no espaço e avaliarem como ficariam na realidade.